01-22

SC requer a correção de ERRO HISTÓRICO: COLÔNIA NOVA ITÁLIA, o Berço da Imigração Italiana no Brasil

  • Redação Clubei

SC requer a correção de ERRO HISTÓRICO: COLÔNIA NOVA ITÁLIA, o Berço da Imigração Italiana no Brasil

No próximo dia 23 de janeiro acontecerá em São João Batista um dos atos que marcam a formalização da Ação Civil Pública e da Ação Popular – para corrigir o grave erro histórico cometido contra Santa Catarina, pelo Congresso Nacional e pela Presidência da República, com a aprovação e sanção da lei federal nº. 13.617/2018, que atribui, equivocadamente, ao município de Santa Teresa, no Espírito Santo, o título de “Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil”, que de fato pertence à Colônia Nova Itália, fundada por 132 imigrantes italianos em 1836 no Vale do Rio Tijucas-grande, no atual município de São João Batista, em Santa Catarina – com o PROGRAMA:

08h – Entrevista, na Rádio Clube de São João Batista

08h30min – Entrevista, ao vivo, na Rádio Super 99,9 FM

09h20min – Café matinal e recepção, no Paço Municipal, da Comitiva do Movimento Santa Catarina Requer a Correção do Erro Histórico, pelo Prefeito de São João Batista, Daniel Netto Cândido, Presidente da Mesa Diretora da Câmara Municipal batistense, Vereador Éder Vargas, e outras autoridades

10h30min – Momento de oração na centenária Igreja São José, na sede da Colônia Nova Itália, com recepção do agricultor e memorialista José Sardo, o Saulo – presidente da Associação dos Descendentes e Amigos do Núcleo Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil – ADANPIB, dirigentes e integrantes da Associação e demais interessados

11h – Deposição de uma coroa de flores na lápide tumular de um dos imigrantes pioneiros italianos no Brasil, GIOVANNI GIUSEPPE ZUNINO, pelo presidente do Instituto Histórico e Geográfico de Santa Catarina – IHGSC, Professor Doutor Augusto Cesar Zeferino

11h30min – Homenagem, em sua residência, a veneranda senhora Bernardina Angeli Fagundes (*12 IV 1913), filha do imigrante italiano Agostino Fidelle Angeli e sobrinha do coronel Beniamino Gallotti – chefe político e o mais próspero negociante de Tijucas, nascido em Nápolis em 21 de abril de 1853

12h – Almoço, por adesão, na Colônia Nova Itália

14h – Reunião do emérito Procurador-Geral de Justiça, o advogado José Galvani Alberton, com a Procuradora-Geral do Município de São João Batista, Dra. Neiva Cordeiro, Dr. Wander Valério Vieira – dirigente da ADANPIB e primeiro advogado nascido na Colônia Nova Itália, Assessoria Jurídica da Câmara Municipal, advogados, autoridades e outras pessoas interessadas para os encaminhamentos do ajuizamento da Ação Civil Pública, pelo Município de São João Batista e pela ADANPIB, e de Ação Popular, movida por todas as pessoas interessadas, para corrigir o grave erro histórico cometido contra Santa Catarina, pelo Congresso Nacional e pela Presidência da República, com a aprovação e sanção da lei federal nº. 13.617/2018, que atribui, equivocadamente, ao município de Santa Teresa, no Espírito Santo, o título de “Pioneiro da Imigração Italiana no Brasil”, que de fato pertence à Colônia Nova Itália, fundada por 132 imigrantes italianos em 1836 no Vale do Rio Tijucas-grande, no atual município de São João Batista, em Santa Catarina.

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.