DÚVIDAS SOBRE A ELEIÇÃO DO NOVO DIRETÓRIO DO MDB AGITAM OS BASTIDORES DA POLÍTICA

  • Redação Clubei

DÚVIDAS SOBRE A ELEIÇÃO DO NOVO DIRETÓRIO DO MDB AGITAM OS BASTIDORES DA POLÍTICA

A divulgação de supostas irregularidades na eleição do diretório municipal do partido MDB (Movimento Democrático Brasileiro) em São João Batista, tem gerado certo desconforto nos bastidores da política no município, tudo por que, segundo informações, o número de assinaturas não seria o mesmo que realmente compareceu para a votação.

Realizada no dia 10 de outubro deste ano, a eleição da nova diretoria da executiva, pode entrar na mira da justiça nos próximos dias, de acordo com informações, apesar de apenas 58 pessoas terem comparecido para votar, no livro aparecem 187 assinaturas. Além desta informação, há dúvidas sobre o destino do livro que registrou as últimas 10 eleições do partido. Segundo informações divulgadas, fonte do próprio diretório emedebista diz que para anular a eleição, bastaria que um membro do partido se manifestasse com esse objetivo e comprove a fraude, que a eleição possivelmente seria anulada.

Procurado para falar sobre a situação, Eurli Silva, “Irmão”, assim como é popularmente conhecido, relatou que prefere não se manifestar, e que irá aguardar os próximos dias para que possa tomar conhecimento de todos os fatos, mas destacou que está muito tranquilo quanto a esta situação. Silva encabeçou a chapa única e vencedora, a composição da mesma, já havia sido defendidas semanas antes da eleição em uma reunião entre as lideranças do partido no município, assim, também acabou sendo eleita por unanimidade pelos filiados na convenção municipal do partido, a qual acabou sendo realizada nas dependências da câmara de vereadores do município.

O atual presidente da sigla tem enfrentado diversas situações adversas, principalmente algumas brigas internas que tem colocado o futuro da sigla em “xeque”, deixando filiados e simpatizantes preocupados com o rumo em que o partido está tomando.

É certo que o MDB Batistense tem, nos últimos dias, através de seu presidente buscado trabalhar para a estruturação visando o pleito eleitoral no ano de 2020, onde a sigla deve ter seu candidato à majoritária no município, mas em meio a uma turbulência de acontecimentos negativos, principalmente quando viu crescer a influência de áudios e ataques internos que motivaram uma saída, ainda informal de algumas pessoas do partido, dá mostras de que precisará de muito trabalho para juntar o que parece estar dividido.

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.