Após saída temporária, 3,5% dos presos não voltam às unidades prisionais

  • Redação Clubei

Após saída temporária, 3,5% dos presos não voltam às unidades prisionais

No final deste ano de 2016, 1.835 presos que tiveram o benefício da saída temporária de fim do ano, e deveriam retornar as unidades prisionais do estado nesta segunda-feira (09), 65 destes presos não retornaram, segundo informou o Departamento de Administração Prisional (Deap)). Dos 65 foragidos, 11 haviam sido recapturados os outros 54 continuavam foragidos.

O número de foragidos representa uma taxa de evasão de 3,5%. De acordo com o Departamento, esse índice é o melhor do estado desde 2011. Para o diretor do Deap, Deiveison Batista, essa taxa de evasão é relacionada à oferta de ocupações dentro das unidades prisionais.

“Quando o apenado tem a oportunidade de um trabalho e está sendo ressocializado, fica muito mais difícil voltar ao mundo da criminalidade”, disse o diretor.

Benefício

A saída temporária está prevista na Lei de Execuções Penais e é dada aos presos de regime semiaberto que já cumpriram parte da pena e têm bom comportamento.

Em 2016, o benefício de final de ano ocorreu entre 19 e 31 de dezembro. Os retornos dos presos estavam previstos para 26 de dezembro a 8 de janeiro de 2017.

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.