Brusque joga mal e perde para o Figueirense no Orlando Scarpelli

  • Redação Clubei

Brusque joga mal e perde para o Figueirense no Orlando Scarpelli

A equipe do Brusque segue sem saber o gosto da vitória no Campeonato Catarinense de 2018.

Mesmo com algumas mudanças na escalação em relação ao time que empatou diante do Hercílio Luz, em campo o time pouco mostrou e foi superado pelo Figueirense por 1 a 0 no estádio Orlando Scarpelli.

O gol da equipe da casa foi marcado por Romarinho, aos 2 minutos da etapa final. O jogador enfim balançou as redes após o Brusque sofrer um verdadeiro massacre na etapa inicial.

Foram pelo menos cinco chances claríssimas do time da casa, num jogo em que Romarinho, filho de Romário, infernizou uma sonolenta defesa do Brusque.

Não fosse a falta de pontaria dos atacantes do Figueira, o brilhantismo de Dida e um pouco de sorte, o Bruscão já teria ido para o vestiário com grande prejuízo na primeira etapa.

Entre as principais chances do time da casa,  Ferraris recebeu totalmente livre, mas foi parado por uma defesa espetacular de Dida.

Aos 30, Antônio Carlos tirou cabeçada em cima da linha. Era chance em cima de chance de Figueira. Aos 38, um lance incrível. Em cobrança de falta no travessão a bola bateu nas costas de Dida, correu sobre a linha e quando ia entrar foi afastada pela zaga brusquense.

Na única chegada do Brusque na primeira etapa, Rafinha, uma das novidades junto com França e Kareka, que entrou no lugar de Edu, lesionado, por pouco não conseguiu desviar cruzamento de Ronaell aos 23 minutos.

Etapa final

Os dois times voltaram para o segundo tempo sem mudanças. Mas o cenário do jogo foi o mesmo. Tanto é que logo o Figueirense tratou de abrir o placar. Em jogada pela direita, o setor defensivo do Brusque ficou na saudade até que a bola foi tocada para Romarinho, completamente livre, marcar. 1 a 0 Figueirense.

Após o gol, o Figueirense continuou melhor e criando chances. Aos 15, o técnico Picoli fez a primeira mudança ao colocar Wilson Júnior na vaga de Adãozinho. Aos 23 foi a vez de Dakson entrar na vaga de Jean Dias.

Logo na sequência, França arriscou de longe e quase surpreendeu Denis. No minuto seguinte, Pereira bateu de biquinho e Dida evitou novamente o segundo gol do alvinegro.

Dakson aos 30, em outro chute de longe, novamente obrigou Denis a fazer boa defesa. Aos poucos o time melhorou e aos 33 Antônio Carlos furou no ataque e perdeu grande chance.

Na frente o Figueirense também desperdiçava chances de matar o jogo no contra-ataque. Antes do apito final, Jefferson Renan ainda entrou na vaga de Kareka, que mal pegou na bola.

O time conseguiu pressionar o adversário, chegou a criar oportunidades e sofrer muitos perigos atrás, mas o placar não foi mais alterado. Fim de jogo: Figueirense 1×0 Brusque.

Informações: Sidney Silva

Fotos: Figueirense Futebol Clube

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.