02-23 000000000000000000000000000000000000000000

Brusque bate o Avaí e é campeão da Recopa Catarinense

  • Redação Clubei

Brusque bate o Avaí e é campeão da Recopa Catarinense

Equipe dominou o Leão durante boa parte da partida e venceu com dois gols do centroavante Edu, um deles um golaço.

O Brusque venceu o Avaí e conquistou a segunda edição do Recopa Catarinense. Edu, aos 43 minutos do primeiro tempo e aos 38 da segunda etapa decidiu o 2 a 0 no placar.

Embalado, o Brusque venceu sua terceira final consecutiva. Venceu a série D e a Copa Santa Catarina em 2019, e agora vence a Recopa Catarinense.

Os quase 8 mil avaianos na Ressacada, acabaram deixando o estádio antes mesmo do apito final. O Leão começa o ano pressionado.

Primeiro tempo

O Brusque foi superior ao Avaí durante o primeiro tempo. A equipe criou ao menos quatro chances claras de gol. Edu e Thiago Alagoano deram muito trabalho a defesa avaiana.

Treinando há apenas onze dias, o Avaí demostrou pouco entrosamento e teve dificuldade para criar chances de gol. Na melhor da equipe, já no final da primeira etapa, Alemão recebeu sozinho após boa trama entre Capa, Luan e Valdívia, mas acabou mandando pra fora.

A “justiça” acabou sendo feita já no fim da primeira etapa. Em saída errada do Leão, o centroavante Edu foi acionada pela esquerda, trouxe pra dentro e mandou colocado no ângulo. Um golaço.

O Avaí saiu sob um misto de vaias e aplausos para o vestiário.

Segundo tempo

O Brusque recuou e cedeu campo ao Avaí, que voltou com Jonathan no lugar de Alemão. O garoto obrigou o goleiro Dida, que substituiu Zé Carlos machucado, a fazer ao menos duas boas defesas.

O técnico português Augusto Inácio ainda tentou com Da Silva no lugar de Arnaldo, recuando Lourenço, mas pouco adiantou.

Já aos 38 da segunda etapa, Dandan avançou pela esquerda, cruzou, Lucas Frigeri espalmou e Edu, de novo ele, mandou para as redes decretando o título.

Foi o estopim para boa parte da torcida que deixou o estádio antes mesmo do fim do jogo.

Ficha técnica

Avaí: Lucas Frigeri; Arnaldo (Da Silva), Betão, Rafael Pereira e Capa; Pedro Castro, Wesley, Lourenço, Valdívia e Luan Pereira; Alemão (Jonathan). Técnico: Augusto Inácio

Brusque: Zé Carlos (Dida); João Carlos, Ianson, Everton Alemão e Aírton; Rodolfo, Zé Mateus, Thiago Alagoano, Edilson (Ruan) e Marco Antônio (Dandan); Edu. Técnico: Jersinho Testoni

Local: estádio da Ressacada, em Florianópolis

Público e renda: 7.753 presente para uma renda de R$ 75.060

Informações: ndmais

Fotos: Divulgação

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.