APÁTICO, BRUSQUE PERDE PARA JOINVILLE E VOLTA A OSCILAR NO CATARINENSE

  • Redação Clubei

APÁTICO, BRUSQUE PERDE PARA JOINVILLE E VOLTA A OSCILAR NO CATARINENSE

Depois de golear o Metropolitano por 6 a 1, o Brusque voltou a oscilar no Campeonato Catarinense e acabou derrotado pelo Joinville neste sábado.

A partida disputada na Arena Joinville acabou em 1 a 0 para o adversário, gol de Robert, ainda no início do confronto, aos 7 minutos.

Com o resultado, o Brusque segue na quinta colocação, com 13 pontos, mas com dois jogos a mais que o Marcílio Dias, que tem 14 e ocupa a quarta colocação. Já o Joinville chegou aos 12 pontos, agora na sexta colocação.

O JOGO

Joinville e Brusque fizeram um jogo sofrível na Arena. Com pouca inspiração, os times praticamente não proporcionaram grandes momentos aos torcedores que acompanharam o jogo.

Errando muitos passes e desatento, o Brusque permitiu o gol adversário aos 7 minutos. Karl saiu jogando errado e Robert recebeu grande passe para invadir e área e bater cruzado para abrir o placar: 1 a 0.

Mesmo atrás, o Brusque só deu o primeiro chute a gol aos 28 minutos. Na única jogada trabalhada da equipe no primeiro tempo, Vitor Junior deixou Maranhão na cara do gol. O jogador bateu cruzado, mas o goleiro Jefferson fez grande defesa.

Até o intervalo, cada time ainda teve uma grande chance. Paraíba, aos 35, obrigou o goleiro do JEC a fazer grande defesa de cabeça. Já perto dos acréscimos, Baianinho recebeu livre nas costas da zaga, mas bateu mal, por cima, desperdiçando ótima chance.

ETAPA FINAL 

No segundo tempo, o jogo pouco mudou. O início até começou agitado, mas as equipes seguiam errando muito. Aos 17, Jefferson Renan fez boa jogada, mas na hora da finalização desperdiçou o empate ao finalizar fraco. Hélio Paraíba aparecia livre. A resposta do JEC veio com Calixto. Ele tentou tirar de Paulo Sérgio, mas mandou para fora.

O técnico Marcelo Caranhato ainda tentou mudar o cenário da partida com três mudanças, todas num intervalo de 10 minutos (dos 18 ao 28). Primeiro tirou Karl para por Clebinho, depois sacou Maranhão para colocar Weverton. Por último, o treinador ainda optou por Gustavo na vaga de Vitor Junior. As mudanças, no entanto, não fizeram efeito e o time não teve sequer forças para assustar o gol de Jefferson na busca pelo empate no placar.

O Brusque volta a jogar agora no próximo domingo, em casa, quando recebe o Hercílio Luz.

Por: Assessoria de Imprensa do Brusque FC

Foto: Lucas Gabriel Cardoso/BFC

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.