Alunos da FUBE acompanham jogo decisivo do Gran Prix de Futsal

  • Redação Clubei

Alunos da FUBE acompanham jogo decisivo do Gran Prix de Futsal

Da arquibancada, os meninos das categorias de base da FUBE (Fundação Batistense de Esportes), acompanharam todos os passes da Seleção Brasileira que se sagrou campeã do Grand Prix internacional de Futsal neste domingo que venceu a República Tcheca, de virada, por 4 a 2 na Arena Multiuso, em Brusque.

Os atletas Batistenses fazem parte dos projetos das escolinhas de futsal da FUBE, e aproveitando a grande oportunidade, eles sob a observação do professor Anderson Rodrigues, foram até a arena para acompanhar um dos maiores campeonatos de futsal do mundo.

“É um enriquecimento cultural grandioso e um incentivo para que as crianças pratiquem esporte. Muitos despertam interesse assim, convivendo e participando”, disse o professor Anderson.

A iniciativa de levar crianças para assistir a final do torneio oportuniza a troca de experiências entre gerações. “Hoje estivemos assistindo a grande final do Gran Prix de Futsal entre Brasil x República Tcheca na cidade de Brusque, uma oportunidade única de nossos meninos ver e acompanhar os melhores jogadores do Futsal brasileiro que atuam no Brasil e na Europa para se espelharem nesses jogadores para quem sabe no futuro ser um grande jogador de Futsal, assim  a Fube tem a oportunizado esses grandes momentos a garotada da base” finalizou Rodrigues.

O JOGO

O primeiro tempo da Seleção Brasileira foi de altos e baixos. Os principais problemas se deram pela forte marcação da equipe da República Tcheca, principalmente sobre os pivôs brasileiros. Na parte ofensiva, o time europeu apostava nos contra-ataques e na reposição de bola rápida para jogadas de individualidade e superioridade numérica em relação ao time da casa.

Aos poucos, o Brasil foi se encontrando no duelo, mas viu os adversários abrirem o placar. Seidler, carrasco no duelo do último sábado, apenas completou a jogada individual do companheiro para abrir o placar. O empate brasileiro veio restando apenas dois minutos. Em jogada característica de pivô, Ferrão recebeu, girou e bateu firme para empatar.

A Seleção Brasileira se viu atrás do placar logo na volta do intervalo, depois de um contra-ataque que Guitta não pôde evitar. Poucos minutos depois, porém, veio um novo empate. Gadeia aproveitou o erro na saída de bola da República Tcheca e marcou o segundo gol do Brasil.

Com uma atuação bem melhor no segundo período, o Brasil conseguiu a virada logo após o empate. Dieguinho desarmou o adversário e tocou para Leandro Lino, que bateu rasteiro para anotar o terceiro. O quarto foi marcado novamente por Ferrão, em jogada semelhante ao seu primeiro gol. A goleada poderia ter ficado ainda maior, mas em dois momentos a trave parou a Seleção campeã do Grand Prix.

Fotos: Divulgação

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.