Envolvidos na Operação Ressonância são julgados no TRE/SC em Florianópolis

  • Redação Clubei

Envolvidos na Operação Ressonância são julgados no TRE/SC em Florianópolis

Foram julgados em Florianópolis pelo TRE/SC os vereadores envolvidos na “Operação Ressonância” deflagrada no último mês de outubro do ano passado em São João Batista. A Operação do GAECO, apurou envolvimento dos à época vereadores Sebastião Formento Filho, Mário José Soares e Carlos Francisco da Silva e do suplente Alécio Boratti, em um esquema que furava a fila do SUS.

Em primeira instância a ação de Investigação Judicial Eleitoral, foi julgada como improcedente, onde o juiz optou por uma textura genérica dos fatos, limitando a repetir os fatos narrados pelo Ministério Público nas ações de busca e apreensões e interceptações telefônicas.

O Dr. Cristiano Luiz da Silva Advogado da Coligação o Trabalho Vai Continuar, inconformado com a Sentença de primeiro grau, interpôs recurso, julgado procedente pelo TRE/SC. Julgado procedente o recurso por unanimidade, para que, o processo volte para primeiro grau, ou seja, na 53ª zona eleitoral (comarca de São João Batista) afim do juiz processar e julgar a Ação de Investigação Judicial Eleitoral.

Caso sejam condenados pelo Juiz da Comarca, os envolvidos podem até ter seus direitos políticos cassados. Alécio e Carlinhos, são vereadores da atual legislatura municipal, Mário e Sebastião, são suplentes, já que não foram eleitos em 2016. Todos os envolvidos na operação em São João Batista, são do Partido Progressista (PP).

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.