Setor calçadista registra mais um mês de alta nas exportações

  • Redação Clubei

Setor calçadista registra mais um mês de alta nas exportações

Dados elaborados pela Associação Brasileira das Indústrias de Calçados (Abicalçados) apontam que, em setembro, foram embarcados 10,4 milhões de pares de calçados para o exterior, o que gerou US$ 84,7 milhões.

Os resultados nas exportações sofreram uma leve queda e (-3,4), com relação ao mês de agosto, no entanto, o resultado foi motivo de entusiasmo e comemoração para os empresários da indústria calçadista. Os dados apontam que apesar da leve queda o mercado vem se estabilizando, os produtores que antes viam o mercado estrangeiro com dificuldade, agora veem uma alternativa viável e de valor agregado ainda maior, que tem ajudado o setor a se recuperar da crise.14762080902233

O mês de setembro ainda que de queda com relação ao ótimo mês de agosto, demonstrou um alta de 3,6% na relação com o mesmo mês do ano passado. Com isso, os calçadistas acumularam 87 milhões de pares embarcados por US$ 702,5 milhões entre janeiro e setembro, resultados superiores tanto em dólares (+1,1%) quanto em pares (+0,5%) no comparativo com igual ínterim de 2015.

O presidente-executivo da Abicalçados, Heitor Klein, destaca que a instabilidade cambial segue impedindo um resultado melhor para os exportadores. “No início do ano, esperávamos um desempenho positivo ao longo de 2016. Com a instabilidade cambial provocada pela crise econômica e política brasileira, bem como as incertezas macroeconômicas, acumulamos resultados negativos na primeira parte do ano. Agora, com o quadro um pouco mais definido, já podemos vislumbrar um resultado pouco superior ao de 2015, mas o quadro ainda é nebuloso”, avalia o executivo.

Segundo Klein, a recuperação tem sido puxada por mercados importantes, como os Estados Unidos e a Argentina, país que tinha uma demanda represada pela política protecionista aplicada pelo governo de Cristina Kirchner entre 2012 e 2015.

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.