COMUNIDADE DO DIAMANTE VIVE NOITE ESPECIAL NA ENTREGA DAS MEDALHAS DO 5º PRÊMIO QUEIJO BRASIL

  • Redação Clubei

COMUNIDADE DO DIAMANTE VIVE NOITE ESPECIAL NA ENTREGA DAS MEDALHAS DO 5º PRÊMIO QUEIJO BRASIL

Em uma noite de muita emoção os produtores do queijo colonial Diamante, produzido em Major Gercino, receberam na noite desta sexta-feira (05) as medalhas do 5º Prêmio Queijo Brasil, considerado o mais importante concurso de queijos artesanais do país, promovido pela Associação de Comerciantes de Queijo Artesanal Brasileiro (Comerqueijo).

O evento foi realizado na comunidade do Diamante e reuniu um grande número de pessoas de toda a região além de diversas autoridades municipais e entidades. Ao todo foram entregues 11 medalhas, sendo destas, três de ouro.

Logo após a entrega da premiação, os presentes participaram de um delicioso jantar que serviu como forma de comemoração pelo objetivo alcançado.

QUEIJO COLONIAL DIAMANTE

Por ser produzido com leite cru, o queijo artesanal é um produto vivo que carrega uma historicidade. Só que isto, também se tornou um impeditivo para a comercialização devido às regras de vigilância sanitária. Desde 1952, uma lei federal proíbia a comercialização de queijos de leite cru (ou não pasteurizado). A legislação, associada à falta de jovens para perpetuarem a tradição, extinguiu vários queijos.

Foi por causa desta ilegalidade, que o queijo colonial Diamante, da cidade de Major Gercino, em Santa Catarina, estava quase desaparecendo. Para o queijo Diamante não entrar nesta lista, através de um belo trabalho de entidades, agricultores e poder público se uniram para revitalizar a produção da iguaria.

O trabalho de recuperação do queijo Diamante já gerou resultados que vão além da construção das queijarias e das boas práticas de comercialização.

Com o apoio do Banco do Brasil para a compra de vacas leiteira, equipamentos e a construção de queijarias, além de capacitações dos produtores em boas práticas de ordenha e fabricação de queijos nas propriedades o projeto foi crescendo e ganhando forma.

Com a incumbência de escrever uma proposta de lei estadual para que o queijo pudesse ser comercializado fora da cidade de Major Gercino. Uma proposta foi encaminhada para o Poder Legislativo do estado e o projeto de lei 470.5 foi aprovado em 2017. No mesmo sentido, em julho de 2018, foi sancionada a lei federal Lei 13.680, que regulamenta a comercialização de queijos artesanais entre os estados.

Prêmio Queijo Brasil

O Prêmio Queijo Brasil é um dos poucos concursos do mundo onde todos os produtores participantes recebem avaliações de seus queijos com comentários feitos pelos jurados.

Para o concurso 2019, 600 queijos de diversas regiões do Brasil e de tipos variados, entre tradicionais e “inovadores” participaram do concurso. Os queijos serão avaliados por duplas de jurados, sendo um técnico e um sensorial. Os técnicos já devem ter uma ligação com o produto, mas também passarão por capacitação para reconhecerem características desejáveis e indesejáveis em cada tipo de queijo.

Todos que receberem medalha de ouro passam a concorrer ao troféu de Super-Ouro, que vai consagrar o melhor queijo artesanal nacional de 2019.

Ouça fala do Prefeito Valmor Kammers

Fotos: Jonatam Cordeiro

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.