01-22

Acidentes por animais peçonhentos: o que fazer e como evitar

  • Redação Clubei

Acidentes por animais peçonhentos: o que fazer e como evitar

O que são animais peçonhentos?

Animais peçonhentos são aqueles que produzem peçonha (veneno) e têm condições naturais para injetá-la em presas ou predadores. Essa condição é dada naturalmente por meio de dentes modificados, aguilhão, ferrão, quelíceras, cerdas urticantes, nematocistos entre outros.

Os animais peçonhentos que mais causam acidentes no Brasil são algumas espécies de:

  • serpentes;
  • escorpiões;
  • aranhas;
  • lepidópteros (mariposas e suas larvas);
  • himenópteros (abelhas, formigas e vespas);
  • coleópteros (besouros);
  • quilópodes (lacraias);
  • peixes;
  • cnidários (águas-vivas e caravelas).

Esses animais possuem presas, ferrões, cerdas, espinhos entre outros, capazes de envenenar as vítimas.

Acidentes por animais peçonhentos

Os acidentes por animais peçonhentos, especialmente os acidentes ofídicos, foram incluídos pela Organização Mundial da Saúde (OMS) na lista das doenças tropicais negligenciadas que acometem, na maioria das vezes, populações pobres que vivem em áreas rurais.

Além disso, devido ao alto número de notificações, esse agravo (acidentes por animais peçonhentos) foi incluído na Lista de Notificação Compulsória do Brasil, ou seja, todos os casos devem ser notificados ao Governo Federal imediatamente após a confirmação. A medida ajuda a traçar estratégias e ações para prevenir esse tipo de acidente.

O que são acidentes ofídicos?

Acidente ofídico ou ofidismo é o quadro de envenenamento decorrente da picada de serpentes. No Brasil, as serpentes peçonhentas de interesse em saúde pública pertencem às Famílias Viperidae e Elapidae.

Os acidentes estão divididos em quatro tipos:

  • acidentes botrópicos (acidentes com serpentes dos gêneros Bothrops e Bothrocophias – jararaca, jararacuçu, urutu, caiçaca, comboia);
  • acidentes crotálicos (acidentes com serpentes do gênero Crotalus – cascavel);
  • acidentes laquéticos (acidentes com serpentes do gênero Lachesis – surucucu-pico-de-jaca);
  • acidente elapídico (acidentes com serpentes dos gêneros Micrurus e Leptomicrurus – coral-verdadeira).
    Como prevenir acidentes com animais peçonhentosO risco de acidentes com animais peçonhentos pode ser reduzido tomando algumas medidas gerais e bastante simples para prevenção:
    • usar calçados e luvas nas atividades rurais e de jardinagem;
    • examinar calçados, roupas pessoais, de cama e banho, antes de usá-las;
    • afastar camas das paredes e evitar pendurar roupas fora de armários;
    • não acumular entulhos e materiais de construção;
    • limpar regularmente móveis, cortinas, quadros, cantos de parede;
    • vedar frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros e rodapés;
    • utilizar telas, vedantes ou sacos de areia em portas, janelas e ralos;
    • manter limpos os locais próximos das casas, jardins, quintais, paióis e celeiros;
    • evitar plantas tipo trepadeiras e bananeiras junto às casas e manter a grama sempre cortada;
    • limpar terrenos baldios, pelo menos na faixa de um a dois metros junto ao muro ou cercas.

Fonte: Saúde Governo do Brasil

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.