Quase 500 mil trabalhadores de Santa Catarina terão direito ao saque de contas inativas do FGTS

  • Redação Clubei

Quase 500 mil trabalhadores de Santa Catarina terão direito ao saque de contas inativas do FGTS

Mais de 467 mil trabalhadores de SC terão direito ao saque de contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que deve ser liberado a partir de fevereiro. A medida, anunciada no dia 22 de dezembro pelo governo federal para estimular a economia, pode liberar até R$ 1,8 bilhão para os catarinenses, já que no Estado há 884,3 mil contas inativas até 31 de dezembro de 2015. Os dados foram repassados pelo Ministério do Trabalho.

Conforme assessoria de imprensa da Caixa Econômica Federal, a sistemática de pagamento e o calendário serão divulgados no começo de fevereiro. A ordem dos saques deve ser baseada no mês de aniversário do trabalhador.

No Brasil, segundo o secretário-executivo do Conselho Curador do FGTS, Bolivar Moura Neto, há atualmente 18,6 milhões de contas inativas há mais de um ano, com um saldo total de R$ 41 bilhões. As contas pertencem a 10,1 milhões de trabalhadores.

Bolivar disse que a estimativa é que 70% das pessoas com direito ao saque procurem a Caixa Econômica para ter acesso aos saldos das contas.

Até agora, a regra estabelecia era que os trabalhadores com carteira assinada só podiam sacar até R$ 1 mil de contas inativas caso estivessem desempregados por pelo menos três anos ininterruptos. Contas inativas são aquelas contas do FGTS que não recebem mais depósito do empregador porque o trabalhador foi demitido ou saiu do emprego. Com a mudança, o empregado poderá retirar todo o saldo, desde que tenha saído do emprego até 31 de dezembro de 2015. De acordo com o governo, 86% das contas inativas do FGTS têm saldo inferior a um salário mínimo, que na época do anúncio era de R$ 880.

Crédito/Hora de Santa Catarina

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.