Mais de 40 pessoas são detidas por participarem de Rinha de Galo no interior de Tijucas

  • Redação Clubei

Mais de 40 pessoas são detidas por participarem de Rinha de Galo no interior de Tijucas

Durante esta semana 41 pessoas foram flagrados participando de uma rinha de Galo no interior do município de Tijucas.

Segundo informações a Operação foi deflagrada pela Polícia Militar Ambiental, com apoio de funcionários da CIDASC e Policiais Militares. No local os PMs flagraram dois galos que já estavam preparados para a rinha e que já estavam postos no equipamento conhecido como tambor (local das brigas). Além de uma pequena criação de galos, animais presos e um outro já morto, foram localizados pelas autoridades.

Foram apreendidos petrechos diversos como esporas, biqueiras, seringa descartável e bisnagas de medicamentos diversos. Finalizando a ocorrência, foi realizado levantamento fotográfico dos materiais apreendidos, das aves apreendidas e a qualificação das pessoas envolvidas pela responsabilização penal e administrativa. Os fiscais da Cidasc fizeram a lavraturas dos competentes documentos e apreensão das aves para destinação ao abate.

RINHA DE GALO É CRIME

As rinhas de galo já são proibidas no Brasil há mais de 50 anos.

A denúncia de maus-tratos é legitimada pelo Art. 32, da Lei Federal nº. 9.605, de 12.02.1998 (Lei de Crimes Ambientais) e pela Constituição Federal Brasileira, de 05 de outubro de 1988.

“Art. 32. Praticar ato de abuso, maus-tratos, ferir ou mutilar animais silvestres, domésticos ou domesticados, nativos ou exóticos:

Pena – detenção, de três meses a um ano, e multa.

  • 1º. Incorre nas mesmas penas quem realiza experiência dolorosa ou cruel em animal vivo, ainda que para fins didáticos ou científicos, quando existirem recursos alternativos.
  • 2º. “A pena é aumentada de um sexto a um terço, se ocorre morte do animal.”

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.