Brusque abre 2 a 0, mas sofre empate no fim diante do joinville

  • Redação Clubei

Brusque abre 2 a 0, mas sofre empate no fim diante do joinville

O dia foi de festa fora de campo pelo aniversário de 30 anos do Brusque FC em meio a um pouco de frustração dentro das quatro linhas após o empate do Bruscão por 2 a 2 diante do Joinville. O time da casa chegou a abrir 2 a 0 e tomou o empate já aos 49 minutos da etapa final.

Festa de aniversário


As crianças abrilhantaram este 12 de outubro e deram um charme à mais para a partida e os festejos de três décadas de fundação do Bruscão. Com ingresso a preço único de R$ 20, a torcida atendeu ao pedido da diretoria e compareceu em grande número para prestigiar a partida que teve o hino nacional brasileiro tocado pelo cantor e compositor brusquense Jaderson Luiz de Oliveira. Um dos momentos mais marcantes foi a locução no sistema de som no intervalo da partida que descreveu feitos históricos destes 30 anos do clube. Nas arquibancadas, com bexigas e muitos gritos de incentivo, a torcida deu o tom da festa.

O jogo

Quando a bola rolou, o Joinville começou melhor e não fosse Dida teria aberto o placar ainda antes dos 5 minutos, quando o time visitante criou duas boas oportunidades. Mas aos poucos o Brusque equilibrou o duelo e terminou superior a etapa inicial. O gol, no entanto, não saiu e os times foram para o vestiário com o placar empatado em 0 a 0.

Na etapa final, o técnico Jersinho manteve o mesmo time, que iniciou com Maurício na zaga e Mineiro de volta à sua função de origem em relação ao time que empatou em Lages contra o Internacional. A equipe voltou a 100% por hora e logo nos primeiros minutos criou boas situações, entre elas o voleio de Jean Dias, um dos destaques da partida.

O gol não demorou. Aos 4, João Carlos cruzou com categoria e Edu escorou para as redes: 1 a 0 Brusque. Mesmo à frente do placar, o Brusque continuou melhor e controlava a equipe do norte do estado. As substituições do técnico Rogério Zimmermann não surtiam efeito e era o Brusque que criava mais oportunidades. Aos 25, após grande jogada de Adãozinho, que havia acabado de entrar no lugar de Carlos Magno, Edu recebeu e chutou cruzado para marcar o segundo. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Cerca de dez minutos depois, o Brusque ainda teve a chance de matar o jogo, mas o goleiro Mateus salvou o gol de Jean Dias. Logo depois, aos 38, o Brusque foi castigado após um lance individual de Grampola. O jogador mandou um foguete de fora da área e a bola entrou: 2 a 1 Brusque.

Nos minutos finais, o Joinville se jogou ao ataque na pressão, chegou a balançar as redes aos 45, mas a arbitragem anotou infração na jogada. Aos 49, no entanto, num lance de sorte, Cadu chutou e Patrick, em bola desviada, deixou tudo igual. Fim de jogo: Brusque 2×2 Joinville.

Informações e Fotos: Sidney Silva 

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.