Após afastamento de Aécio, STF autoriza abertura de inquérito para investigar Michel Temer

  • Redação Clubei

Após afastamento de Aécio, STF autoriza abertura de inquérito para investigar Michel Temer

Após ser gravado dando aval para que empresário continuasse dando mesada ao ex-deputado Eduardo Cunha preso na Operação Lava Jato, o Presidente da República Michel Temer se pronunciou oficialmente na tarde desta quinta-feira (18). O presidente foi prático e objetivo, afastando qualquer expectativa de sua renúncia, Temer negou envolvimento com os fatos e declarou que as denúncias serão apuradas pelo STF, que elas apenas retardam a retomada do crescimento do país, por serem falsas.

Os donos do frigorífico JBS, Joesley e Wesley Batista, disseram em delação à Procuradoria-Geral da República (PGR) que gravaram o presidente Michel Temer dando aval para comprar o silêncio do deputado cassado e ex-presidente da Câmara dos Deputados Eduardo Cunha (PMDB-RJ), depois que ele foi preso na operação Lava Jato. A informação é do colunista do jornal “O Globo” Lauro Jardim.

Ainda nesta quinta-feira (18) o Supremo Tribunal Federal autorizou a abertura de inquérito para investigar o envolvimento do presidente nos fatos. Além disso o STF afastou o Senador Aécio Neves, após o senador tucano ter sido gravado pedindo R$ 2 milhões ao dono da JBS. O parlamentar afirma estar ‘tranquilo quanto à correção de todos os seus atos’. Agora os dois são oficialmente investigados da Operação Lava Jato.

A delação dos donos das JBS foi homologada pelo Ministro Edson Fachin e com isso Temer e Aécio agora estão na mira dos investigadores de Curitiba.

FONTE – g1.com

ACOMPANHE DETALHES DO CASO

http://g1.globo.com/politica/operacao-lava-jato/noticia/fachin-homologa-delacao-de-donos-da-jbs.ghtml

Deixe seu Comentário

Sua opnião é importantíssima para continuarmos a melhorar nosso trabalho.